sábado, 23 de julho de 2011

Tratamento

A indicação de drogas antivirais para o tratamento das doenças provocadas pelo CMV que estão aprovadas atualmente são o Ganciclovir,Valganciclovir.
 
Em recém-nascidos Uma outra situação clínica na qual a terapêutica específica estaria particularmente indicada diz respeito a recém-nascidos com doença congênita sintomática no momento do parto. Embora não haja regressão de lesões já estabelecidas, estas crianças podem apresentar progressão da doença após o nascimento, com conseqüente agravamento das lesões, principalmente as auditivas e neurológicas.


O uso de Ganciclovir em recém-nascidos criticamente doentes pode ser benéfico, principalmente na fase aguda da doença. Estudo recente para avaliar o efeito da terapêutica com GCV EV por 6 semanas, em crianças com doença sintomática pelo CMV envolvendo o sistema nervoso central, mostrou que, após 6 meses, 84% das crianças mantiveram ou melhoraram a audição.


Ganciclovir e Valganciclovir são tratamentos antivirais que podem ser benéficas para um recém-nascido com CMV congênita sintomática. Ganciclovir e Valganciclovir podem prevenir a perda auditiva e melhorar a cabeça e o crescimento do cérebro. Eles também podem ajudar a combater imediatas preocupações médicas causadas por CMV, tais como trombocitopenia (plaquetas baixas), falência de órgãos (baço mais comumente e / ou hepática), hepatite e pneumonia. O tratamento  geralmente dura de 6 semanas a 6 meses.


Nota:Ganciclovir e Valganciclovir podem ter efeitos colaterais graves e os pais devem consultar com um médico antes de iniciar o tratamento. Crianças que recebem estes tratamentos deverão realizar hemogramas regularmente para evitar problemas com neutropenia grave (baixa de glóbulos brancos) ou anemia (baixa de glóbulos vermelhos).